A nossa história

 

História agrupamento 1
   
Os primeiros grupos
   
Dirigentes históricos
   
Os primeiros chefes
   
   
   

Os primeiros grupos

   Segundo o testemunho de antigos escuteiros e a pesquisa efectuada nos arquivos do jornal Diário do Minho, os primeiros grupos a serem formados, logo após a reunião no nº21 da Praça do Município da cidade de Braga, foram: 

   Grupo Nº1, cujo patrono era e é S. Jorge e reunia na Rua de S. Geraldo, nº6; 

   Clam de Seniores Nº1, cujo patrono era Nuno Álvares Pereira e reunia no Largo S. João do Souto e corresponde, agora, ao actual Clã 1; 

   Grupo Nº3, cujo patrono era S. Geraldo e reunia na Rua Cruz de Pedra; 

   Alcateia Nº1 D. Fernando, cujo patrono era o Infante Santo e reunia na Rua de Maximinos. 

   Para além destes grupos existia o Grupo Nº5 (Oficina S. José) que foi a 1ª fanfarra de escuteiros que existiu. 

   Como se pode concluir, até à compra da actual sede da Rua da Boavista nº 51, em 1929, os grupos de escuteiros estavam espalhados pela cidade de Braga. 

   O Grupo Nº3 foi integrado, em 1958, no Agrupamento de S. João do Souto (actualmente extinto), encontrando-se agora no Agrupamento de S. Vítor. 

   Ao contrário do que é dito no livro “Anuário da J.R. de Braga 1923-1973” colocam-se nas notas históricas do Agrupamento de S. Lázaro como primeiros dirigentes da Alcateia Nº2 os mesmos que são da Alcateia Nº1, tal não correspondendo à verdade, pois só anos mais tarde surge o Agrupamento de S. Lázaro. 

   Muitos outros se seguiram nos anos seguintes, como abaixo se descreve, e que foram marcantes na vida deste agrupamento. Alguns, por falta de documentação, estão aqui esquecidos, mas lá diz o ditado “a verdade é como o azeite na água, acaba sempre por vir ao cimo”, por isso estamos confiantes que um dia, com a colaboração dos antigos escuteiros ainda vivos e uma pesquisa mais profunda, lhes faremos a devida e merecida Homenagem.

 
Copyright © 2012 - Agrupamento 1 - Sé - Braga - Corpo Nacional de Escutas - Escutismo Católico Português